Fique por dentro

Postado em 21 de Dezembro de 2013 às 10h26

Laboratório alemão cria doce que elimina as bactérias que causam a cárie

  • Nativa Farmácia e Manipulação -

Boa notícia para quem é viciado em doces: cientistas do laboratório de biotecnologia ORGANOBALANCE, de Berlim, anunciaram a criação de uma guloseima que ajuda no combate às cáries.
Ao contrário do que muita gente diz por aí, as cáries e cavidades que surgem nos dentes não são causadas pelas comidas açucaradas. A grande causadora é a bactéria Mutans streptococci, que é liberada na boca enquanto mastigamos. A bactéria gruda no dente e começa a liberar um ácido, que acaba estragando o esmalte que reveste o esmalte dentário.
O doce criado pela equipe do laboratório pretende destruir essa bactéria. Para isso, eles incluíram uma versão “morta” de outra bactéria, chamada Lactobacillus paracasei, na receita. Isso porque a Lactobacillus paracasei tem uma característica excelente para o propósito da invenção: ela possui uma camada açucarada que consegue “agarrar” a Mutans streptococci e a impede de grudar nos seus dentes.
Os pesquisadores afirmam que o nível da bactéria causadora da cárie caiu significativamente nos voluntários da pesquisa. É uma boa descoberta para quem não resiste a um doce, mas é bom lembrar que nada disso substitui a escovação.

Fonte: Superinteressante

Veja também

Música reduz a dor durante o trabalho de parto, diz estudo20/11/14ouvir música durante o trabalho de parto tem um impacto positivo sobre a dor O controle e a prevenção da dor do parto são as principais preocupações dos médicos e suas pacientes. O objetivo de um recente estudo publicado em revista especializada de Ginecologia foi o de avaliar o efeito da música sobre a dor do parto e ansiedade, hemodinâmica materna, parâmetros fetais-neonatais e a exigência de analgesia......
Brasil registra aumento de 775% no consumo de Ritalina em dez anos 13/08/14Medicamento é usado para tratar o transtorno de déficit de atenção Em dez anos, a importação e a produção de metilfenidato - mais conhecido como Ritalina, um de seus nomes comerciais - cresceu 373% no País. A maior disponibilidade do medicamento no mercado nacional impulsionou um aumento de......
Entenda como o Ebola age no organismo e porque é uma doença tão mortífera16/10/14Tratamento é precário e chega a custar US$ 1 mil por hora; segundo a OMS, taxa de mortalidade é de aproximadamente 70% O Ebola é um vírus que provoca uma doença violenta e altamente letal. Mas, na verdade, não é o vírus que mata as pessoas infectadas. Ao invés de atacar o sistema imunológico, como o vírus da AIDS,......

Voltar para Blog