Fique por dentro

Postado em 17 de Dezembro de 2013 às 14h01

Do que são feitos os iogurtes reguladores do intestino?

Eles têm bactérias que substituem outros micro-organismos que já existem naturalmente no órgão, mas que o abandonaram por diversos motivos, de estresse a alergi

Há 2 tipos de iogurtes reguladores. Um é feito à base de bactérias conhecidas como probióticos: organismos benéficos à saúde se usados corretamente. O outro tipo é composto de fibras vegetais, além das bactérias. Essas informações estão visíveis no rótulo do iogurte, que é aprovado pela Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Os probióticos servem para amenizar os sintomas da chamada síndrome do intestino irritável, que ataca a flora intestinal e provoca prisão de ventre, diarreia, dor e distensão abdominal. Cerca de 20% dos brasileiros sofrem do problema. Ele ocorre quando há a diminuição das colônias de bactérias que fazem, entre outras coisas, o trânsito intestinal (o caminho das fezes até a evacuação). As bactérias absorvem nutrientes e ajudam na formação das fezes. Sem elas, o intestino trabalha mal. É aí que entram os probióticos e as fibras vegetais. As bactérias do iogurte repovoam as colônias, enquanto as fibras, que não são digeridas no estômago, vão direto para o intestino, onde deixam as fezes mais macias, dimuindo o desconforto.

FONTE: SUPERINTERESSANTE

Veja também

Por que algumas pessoas atraem mais mosquitos do que outras?24/06/14 Se você já passou a noite sendo picado por insetos enquanto o resto da turma escapou ileso, este texto não vai apagar suas feridas. Mas ao menos vai explicá-las. O principal atrator de mosquitos (ou pernilongos, são sinônimos) é o suor. Essa relação foi estudada na Universidade da Califórnia: cientistas pegaram um homem incapaz de suar e......
Campanha Outubro Rosa chama atenção para a prevenção contra o câncer de mama06/10/15Doença responde por cerca de 60 mil ocorrências por ano Com taxas alarmantes de incidência, o câncer de mama é o tumor maligno mais comum entre as mulheres, com exceção dos tumores de pele do tipo não melanoma. Responde por cerca de 60 mil ocorrências por ano. Em......
Deputados liberam comercialização de inibidores de apetite09/04/14A Câmara aprovou projeto que suspende a decisão da Anvisa A Câmara dos Deputados aprovou hoje (8) Projeto de Decreto Legislativo 1.123/13, que susta decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que proibiu, em 2011, a produção e a......

Voltar para Blog