Fique por dentro

Postado em 10 de Junho de 2015 às 15h40

Viagra feminino pode ser aprovado essa semana nos EUA

Nativa Farmácia e Manipulação Novo Conteúdo 01 Um novo medicamento que promete combater a falta de apetite sexual das mulheres, e está sendo tratado como o viagra feminino, poderá ser aprovado pelo órgão de...

Um novo medicamento que promete combater a falta de apetite sexual das mulheres, e está sendo tratado como o viagra feminino, poderá ser aprovado pelo órgão de regulamentação de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos, a Food and Drug Administration (FDA), ainda nesta semana.
Após muitas discussões sexistas, a FDA colocará para aprovação o viagra feminino, conhecido como Flibanserin, de acordo com informações do site DailyNews. A avaliação deve acontecer no dia 4 de junho, após duas negativas do órgão regulador, que alegou que os efeitos colaterais do medicamento eram comprometedores. Segundo o órgão de regulamentação, a nova pílula causava sonolência e náusea em excesso.
O grupo que luta pela implementação do produto tem apoio do Conselho Nacional de Organizações das Mulheres e da Associação dos Profissionais de Saúde Reprodutiva, ambos nos EUA. De acordo com as instituições, existem 26 produtos que tratam a disfunção sexual masculina, enquanto não há nenhum voltado para o público feminino. Em abaixo assinado com objetivo de colocar em pauta a avaliação da FDA, foram conseguidas mais de 40.000 assinaturas pelo novo produto.

Fonte: Guia da Farmácia

Veja também

Música reduz a dor durante o trabalho de parto, diz estudo20/11/14ouvir música durante o trabalho de parto tem um impacto positivo sobre a dor O controle e a prevenção da dor do parto são as principais preocupações dos médicos e suas pacientes. O objetivo de um recente estudo publicado em revista especializada de Ginecologia foi o de avaliar o efeito da música sobre a dor do parto e ansiedade, hemodinâmica materna, parâmetros fetais-neonatais e a exigência de analgesia......
É possível prevenir a calvície masculina?10/02/15Não dá para impedir o processo, mas é possível tratá-lo precocemente A alopecia androgenética, também conhecida como calvície masculina, é a maior causa da perda dos cabelos nos homens. A incidência dessa doença é determinada por influências genéticas, sendo que a......
Remédios poderão ter alta de até 7,70% no próximo mês25/03/15Comprar remédios deverá ficar de 5% a 7,70% mais caro a partir do mês que vem. O reajuste anual que deverá ser aplicado no dia 31 de março elevará os preços de 19 mil representações de medicamentos de referência (marcas famosas). Os novos valores para os consumidores, porém,......

Voltar para Blog