Fique por dentro

Postado em 17 de Abril de 2015 às 17h22

Adesivo inteligente mede temperatura corporal e pode aposentar o termômetro

Nativa Farmácia e Manipulação Novo Conteúdo 01 Uma empresa de Los Angeles, nos Estado Unidos, criou um tipo de dispositivo que, uma vez preso ao corpo de qualquer pessoa com o auxílio de um adesivo, registra a temperatura e a envia para um...

Uma empresa de Los Angeles, nos Estado Unidos, criou um tipo de dispositivo que, uma vez preso ao corpo de qualquer pessoa com o auxílio de um adesivo, registra a temperatura e a envia para um aplicativo de celular analisá-la.

Dessa maneira, a empresa pretende, mais do que substituir o termômetro de mercúrio, aumentar o nível de conforto do paciente durante o procedimento.

Para torná-lo comercial, os empreendedores envolvidos no projeto do aparelho criaram uma campanha de financiamento online cuja proposta de contrapartida faz o investimento na ideia ir além de uma simples compra.

Fonte: Guia da Farmácia

Veja também

Nova técnica promete resultado de lipoaspiração sem cirurgia28/05/14I-Lipo usa laser para furar membrana de células de gordura, que é eliminada pelo corpo. Na primeira sessão, seria possível perder até 3 centímetros de gordura Imagine algo que oferecesse o mesmo resultado de uma lipoaspiração, mas que não envolvesse os riscos de uma cirurgia. Esta é a promessa da I-Lipo, nova técnica à base de laser disponível no Brasil. De acordo com a clínica paulista Deep Laser, o tratamento pode eliminar de 1 a 3 centímetros de gordura do paciente já na primeira sessão.......
Música reduz a dor durante o trabalho de parto, diz estudo20/11/14ouvir música durante o trabalho de parto tem um impacto positivo sobre a dor O controle e a prevenção da dor do parto são as principais preocupações dos médicos e suas pacientes. O objetivo de um recente estudo publicado em revista especializada de Ginecologia foi o de avaliar o efeito da......
Reajuste de medicamentos deve ser fixado pelo governo em 12,5%10/03/16Pela primeira vez em mais de 10 anos, o governo deve determinar um reajuste anual de preços acima da inflação. Poderão subir até 12,5% a partir de 31/03. Os medicamentos têm os preços controlados pelo governo, que realiza um reajuste anual com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Neste ano, a inflação entre março de 2015 e fevereiro de 2016 foi......

Voltar para Blog