Fique por dentro

Postado em 17 de Dezembro de 2013 às 14h03

Band-aid funcional

Adesivos que liberam o remédio aos poucos na corrente sanguínea têm várias vantagens.

Usar a pele para tomar remédios tem várias vantagens. O medicamento não precisa ser concentrado, como em vacinas, e não detona o estômago, como algumas pílulas fazem. A técnica ainda resolve o esquecimento, pois o adesivo libera o remédio aos poucos na corrente sanguínea e você não precisa ficar lembrando de tomar pílulas diariamente. O problema é que alguns medicamentos não atravessam a pele facilmente. Mas isso pode ser resolvido com um pouco de tecnologia. Em janeiro, nos EUA, foi aprovado um adesivo eletrônico para enxaqueca, o Zecuity. E uma equipe no MIT testa outra versão hi-tech, com ultrassom, para aumentar a absorção de insulina. Já pensou se cola?

Fonte: Superinteressante

Veja também

Brasil registra aumento de 775% no consumo de Ritalina em dez anos 13/08/14Medicamento é usado para tratar o transtorno de déficit de atenção Em dez anos, a importação e a produção de metilfenidato - mais conhecido como Ritalina, um de seus nomes comerciais - cresceu 373% no País. A maior disponibilidade do medicamento no mercado nacional impulsionou um aumento de 775% no consumo da droga, usada no tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Os dados são de pesquisa......
Adesivo inteligente mede temperatura corporal e pode aposentar o termômetro17/04/15 Uma empresa de Los Angeles, nos Estado Unidos, criou um tipo de dispositivo que, uma vez preso ao corpo de qualquer pessoa com o auxílio de um adesivo, registra a temperatura e a envia para um aplicativo de celular analisá-la. Dessa......

Voltar para Blog